segunda-feira, 28 de maio de 2012

A Saga do Imperador - 01 - A Ordem do Imperador das Sombras #6

Parte 6
Era um corredor. Paredes brancas, retângulos que definiam portas aqui e ali e uma fileira de lâmpadas fluorescentes compridas em nichos no teto. Ao fim de 4 metros de comprimento o corredor se dividia em dois.
Suzana e Alex andaram o mais rápido que podiam. Não faziam ideia de para onde estavam indo, mas queriam estar o mais longe que pudessem daquele galpão.
Assim começava a fuga.
***
Da plataforma no galpão surgiu uma sombra. Viu o corpo no chão e não esboçou reação alguma.
-Então o ratinho fugiu da ratoeira. - falou com a voz grossa e indiferente ao cadáver. - Vamos ver como.
Aproximou-se ao fim da plataforma e saltou vencendo os três metros até o chão como se tivesse pulado os dois últimos degraus de uma escada de uma vez. Abaixou-se perto do corpo, tocou a cabeça de Day com a mão direita aberta e fechou os olhos. Estava conectando o chip na palma de sua mão ao chip de memória visual implantado no cérebro da menina. Começou a reprodução do vídeo.
-Ora ora, então foram dois. - ele quase esboçou um sorriso como se estivesse se divertindo. - Vou me divertir um pouco. Mas antes preciso ajustar sua personalidade, pequena, você está mais sádica que o necessário. Nenhum aluno deve morrer aqui e você parece ter um certo prazer em matar pessoas. Mas não, alunos não. - falava como se conversasse com uma filha que dormia ao seu lado.
Tirou a mão direita da cabeça do cadáver e colocou a esquerda do mesmo modo. Uma luz fraca surgiu ao contato e segundos depois Dayanne abriu os olhos e se levantou devagar. Ao perceber quem estava abaixado ao seu lado, se ajoelhou rapidamente.
-Imperador! - saudou assustada abaixando a cabeça.
-Eles fugiram. - disse em tom compreensivo. - Mas não se preocupe, vai ser divertido pega-los.
Ele levantou-se e pegou a menina pela mão. E eles seguiram calmamente de mãos dadas pelo corredor deixando a música que tocava no galpão para trás.
           
 I hear the din of the screams,
Sorrow in streams
The smell of farewell and gasoline

I see a heart set free
And my legacy
Hear a voice from a shadow
That is beckoning me

Nenhum comentário:

Postar um comentário