sábado, 26 de junho de 2010

Descoberto o segredo do sucesso!

Assistindo uma aula de geografia só para me despedir do curso pré-vestibular (tem hífen ou não?) descobri uma coisa extraordinária (de despedida porque passei na UFRPE, já devia ter postado isso em "O dia em que a zona oeste andou" mas não terminei de escrever ainda). O professor Robinson mostrou à turma o segredo para o sucesso das músicas na mídia atual!
Não sei porque fiz outro parágrafo, mas tudo bem... Como estava dizendo... Segundo o estudo do referido professor (tem sinônimo para professor?), uma música precisa das seguintes frases para fazer sucesso:

Pega na(o) _____ e vai subindo/descendo
Essa é a nova(o) dança/onda/senção/etc
Que chegou para _______
Essa é a dança ________

Aiaiaiaaiai
Uiuiuiuui

E acrescenta-se, em alguns casos, um "safada, danada, mainha, painho" entre outros...
Realmente é um estudo estarrecedor, mas que mostra a verdade das novas músicas. É por isso que continuo ouvindo os velhos Metallica, System Of A Down, Disturbed, Linkin Park e outras bandas, de preferência em inglês... O caro leitor deve estar pensando que sou preconceituoso com músicas como swingueira, brega, forró e derivados. Se estiver pensando isso mesmo tenho uma coisa para lhe dizer: você acertou! Pra mim não tem coisa pior!

E voltando para casa hoje descobri uma coisa! O Rebolation é um lezante temporal! Digo "lezante" com Z porque ele não lesiona o ouvinte, ele deixa a pessoa leza, o que é bem diferente. Por que digo isso? Vou justificar. Acontece que bastou que eu ouvisse apenas o "mão na cabeça que vai começar" para que eu não conseguisse pensar em nada durante quase uma hora! Exatamente! Quando eu tentava pensar em alguma coisa para esquecer essa tortura, reaparecia em minha mente "o rebolation-xon, o rebolation". E isso por mais de cinquenta minutos até que eu chegasse em casa e parasse para ver o jogo! Cuidado leitores, música desse tipo pode causar lesões (com S mesmo) graves!
Depois disso decidi tomar uma atitude para me previnir: a partir de agora não saio mais de casa sem pilha para o mp3! E vale dizer, só conseguir escrever esse post com o Media Player ligado... O Rebolation estava tentando se apossar da minha mente de novo... Viva a música japonesa!

OBS: se o professor Robinson quiser cobrar direitos autorais sobre a divulgação de seu estudo, avise que eu apago o post... sim, claro que apago... eu sou estudante, sinônimo de "liso", onde vou arranjar dinheiro para pagar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário